Quarta, 20 Maio 2015 17:02

Frente Progressista decide apresentar projeto alternativo sobre terceirização no Senado

 

Os senadores que compõem a Frente Progressista Suprapartidária vão apresentar um projeto alternativo ao aprovado pela Câmara dos Deputados sobre terceirização  de trabalhadores. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (20/5), em reunião no gabinete do senador Cristovam Buarque (PDT-DF). No mesmo encontro, o projeto que propõe dispensar símbolo específico na embalagem de produtos transgênicos foi incluído na lista daqueles que precisam ser combatidos. 

Participaram do encontro os senadores João Capiberibe (PSB-AP), Paulo Paim ( PT-RS), Lindbergh Farias (PT-RJ), Hélio José ( PSD-DF), Lídice da Mata (PSB-BA), Vanessa Graziotin (PCdoB-AM), Elmano Férrer (PTB-PI), Fátima Bezerra (PT-RN), além de Cristovam. O grupo, do qual fazem parte ainda outros senadores, foi formado em 28 de abril deste ano, com objetivo de barrar projetos originários da Câmara que golpeiam direitos dos trabalhadores e conquistas da cidadania.

O texto aprovado pelos deputados sobre terceirização do trabalho está na lista desses projetos "conservadores". Ao fim da reunião de hoje, a senadora Lídice explicou que fazer emendas para consertá-lo não resolve o problema. Se for modificado pelos senadores, o projeto voltará à Câmara, que poderá derrubar as modificações feitas pelo Senado. Daí a estratégia da Frente Progressista de apresentar um projeto novo, sobre o qual o Senado teria a palavra final, em caso de modificação pelos deputados.

O senador Capiberibe disse que o texto será construído nos próximos dias, contemplando preocupações das centrais sindicais de trabalhadores e de movimentos sociais. A Frente acha que é preciso ter  projeto alternativo, em vez de simplesmente rejeitar o dos deputados, porque os trabalhadores já terceirizados precisam de regulamentação que os proteja. O projeto da Câmara é considerado ruim porque abre brecha para precarizar a situação dos trabalhadores que não são terceirizados. “Se aprovarmos o projeto como está, estaremos precarizando o trabalho. Por outro lado,  se não fizermos alguma coisa para regular o trabalho dos terceirizados, estaremos prevaricando”, resumiu o senador Cristovam Buarque.

Na lista de projetos eleitos pelo grupo como "retrocessos", que devem ser combatidos para preservar conquistas da sociedade, o fim da rotulagem dos transgênicos se soma ao da redução da maioridade penal e, ainda, a  proposições relativas a desarmamento, conceito de família e demarcação de terras.

Na mesma reunião, a Frente elegeu  seu comitê executivo,  núcleo que cuidará da implementação das decisões do grupo.  Foram escolhidos como membros do comitê executivo os senadores João Capiberibe, Hélio José, Elmano Férrer,  Fátima Bezerra e Cristovam Buarque. 

Ascom/Senador Cristovam Buarque
bannerda tv

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017

00000001

capi sustentavel

livro morte nas aguas

capi youtube
Sua ideia pode virar Projeto de Lei

Newsletter

  1. Twitter
mais-noticias

Endereço

Ala Sen. Afonso Arinos - Gab. 08
CEP: 70.165-900 Brasília/DF
Telefone: (61)3303-9011
Fax: (61)3303-9019
Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.