Terça, 28 Abril 2015 17:29

Senadores criam Frente Progressista Suprapartidária para defender conquistas dos trabalhadores e da cidadania

Senadores criam Frente Progressista Suprapartidária para defender conquistas dos trabalhadores e da cidadania

Preocupados com iniciativas da Câmara dos Deputados na votação de projetos que golpeiam históricos direitos dos trabalhadores e conquistas da cidadania, obtidas ao longo dos anos, um grupo de senadores de diferentes partidos criou hoje a FRENTE PROGRESSISTA SUPRAPARTIDÁRIA.

O objetivo do grupo é defender esses direitos e essas conquistas e impedir que sofram graves retrocessos com a aprovação pelo Senado Federal de projetos oriundos da Câmara dos Deputados, tais como os da redução da maioridade penal, do Estatuto da Família, da terceirização, que aprofunda a precarização dos direitos do trabalhador, e propostas de alterações no Estatuto do Desarmamento.

            Na reunião de constituição da Frente, realizada nesta terça-feira (28/04), no gabinete do líder do PSB, senador João Capiberibe (PSB/AP), estiveram presentes também os senadores Lindbergh Farias (PT/RJ), Telmário Mota (PDT/RR), Cristovam Buarque (PDT/DF), Paulo Paim ( PT/RS), Hélio José ( PSD/DF), Roberto Requião ( PMDB/PR), Donizeti Nogueira ( PT/TO), Regina Sousa (PT/PI), Lídice da Mata (PSB/BA), Jorge Viana ( PT/AC), Roberto Rocha ( PSB/MA), Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) e Vanessa Graziotin (PCdoB/AM)

“Estamos muito preocupados com a agenda conservadora que nos pegou de surpresa. Formamos uma Frente Progressista para se contrapor à essa onda de propostas que tem quatro pontos fundamentais -  o  projeto da regulamentação da terceirização do país, as propostas de redução da maioridade penal, da flexibilização de armas, com mudanças no Estatuto do Desarmamento, e o chamado Estatuto da Família,  que nos devolve ao início do século XX. Essa agenda é inaceitável e pretendemos conseguir a adesão de mais de 30 senadores. Não vamos aceitar que o clientelismo mande na pauta do Congresso”, afirmou o senador Capiberibe.

Para o senador Cristovam Buarque (PDT/DF), “em vez de avançarmos na reforma política que o Brasil precisa, vamos regredir em políticas sociais de décadas e isso é inaceitável”.

“O Senado vai funcionar como um contrapeso à essa agenda da Câmara. Vamos conversar um a um com os senadores”, garantiu o senador Lindbergh Farias (PT/RJ).  “Esse Congresso não foi feito para mudar a Constituição e seus direitos fundamentais”, acrescentou a senadora Lídice da Mata (PSB/BA).

Segue a nota de constituição da Frente Progressistas Suprapartidária:

FRENTE PROGRESSISTA SUPRAPARTIDÁRIA

Preocupados com uma clara ascensão de forças conservadoras que aproveitando o vácuo de poder, a insatisfação popular e o sofrimento do povo tentam forçar uma regressão em diversas conquistas da sociedade brasileira, obtidas ao longo das últimas décadas, um grupo de senadores de diferentes legendas partidárias formalizou hoje a FRENTE PROGRESSISTA SUPRAPARTIDÁRIA.

É com preocupação que vemos a Câmara de Deputados tomando iniciativa em projetos como os da redução da maioridade penal, do Estatuto da Família, da terceirização, aprofundando a precarização dos direitos do trabalhador, e propondo alterações no Estatuto do Desarmamento.

Defender históricas conquistas de direitos dos trabalhadores e da cidadania, obtidos graças à luta de diversos movimentos sociais ao longo de anos, e impedir que eles sofram graves retrocessos, é o objetivo que nos une em torno dessa FRENTE PROGRESSISTA SUPRAPARTIDÁRIA.

            Brasília, 28 de abril de 2015

bannerda tv

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017

00000001

capi sustentavel

livro morte nas aguas

capi youtube
Sua ideia pode virar Projeto de Lei

Newsletter

  1. Twitter
mais-noticias

Endereço

Ala Sen. Afonso Arinos - Gab. 08
CEP: 70.165-900 Brasília/DF
Telefone: (61)3303-9011
Fax: (61)3303-9019
Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.